"Dê-me uma selvageria cujo vislumbre nenhuma civilização seja capaz de suportar"

PRIMITIVISMO -- SABERES TRADICIONAIS -- SAÚDE NATURAL -- EVOLUÇÃO HUMANA



segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

A morte da Intimidade

O que significa abrir nossa intimidade para alguém? Nos tornarmos íntimos com alguém? Estas perguntas talvez forcem muitos a re-explorar regiões bastante empoeiradas de nosso vocabulário. Em tempos em que a palavra "amigo" se associou a um número, e que tudo pode se tornar público com um "clic", o que é que não é público? O que não deveria ser público? A intimidade morreu... mas, o que era isso mesmo?

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Os três irmãos

Eles eram três. E viviam em Paz.

Não faltava terra boa onde plantar, não faltavam boas matas onde caçar. A água corria pura, os peixes não faltavam, e os animais não lhes eram temidos. O fogo lhes acalentava os espíritos à noite, e temperava os alimentos. As estações corriam suaves, sem que faltassem provisões, sem que faltasse calor, sem que faltasse alegria e saúde. (...)

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Análise tecnológica: Escrita

(Fonte: Wikipedia)
 
Hoje, podemos pensar sem letras? Ou falar sem palavras? A escrita atua radicalmente em nossa mentalidade e sociedade, de diversas maneiras. Talvez seja útil revê-las de vez em quando...

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Serralhinha - Emilia fosbergii


 (Fonte: FloraSBS)

Erva comestível e medicinal (diurética e contra dores corporais e infecções nas vias respiratórias e urinárias). Bastante simpática e fácil de encontrar. Aproveito para mostrar como pode ser um ataque de fungo em uma planta, o qual se deve evitar ingerir.

sábado, 24 de setembro de 2011

Amoreira - Morus nigra

 (Fonte: Wikipedia)
 
Árvore magnífica, com frutos doces (nutritivos e muito saborosos), com boa sombra, e com diversas propriedades medicinais (principalmente como apoio à dificuldades derivadas do climatério).

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Beldroega - Portulaca oleracea

 Fonte: AgroAtlas.ru

Fonte: viarural.com

"Daninha" de grande sabor e grande qualidade nutricional e medicinal. Cresce em terrenos baldios, e em solos agrícolas, onde é combatida, quando na verdade trata-se de uma planta que deveria ser muito bem recebida.

sábado, 10 de setembro de 2011

"A Vida no Fim do Império" (2007)


O filme "What a Way to Go: Life in the End of the Empire" sempre esteve na minha lista de recomendados, na lateral do blog. Sinto que sempre vale a pena recomendá-lo novamente. Um pouco longo, com duas horas de duração, o filme têm basicamente duas grandes partes.

sábado, 3 de setembro de 2011

Cascaveis - Crotalus sp.

Atenção para a coloração e o padrão de listras.
O guizo desta cascavel ainda é pequeno, indicando
não 5 anos de vida, mas 5 trocas de pele.
(Fonte: Wikipedia)

Serpentes são animais fascinantes, ao mesmo tempo que amedrontadores. Alguns especulam se a fobia que muitos têm por cobras (e aranhas) não possui origem genética, resultante de milhões de anos de envenenamentos desagradáveis, principalmente enquanto ainda eramos pequenos macacos em árvores. Hoje, nossos corpos maiores são mais resistentes aos venenos, mas ainda assim alguns casos podem ser fatais. E claro, o conhecimento pode ajudar, tanto para entender como estes venenos atuam, quanto para responder à eles. Hoje dou início à seção de animais peçonhentos do blog, falando do veneno das cascavéis. Aproveito também para falar algumas coisas gerais sobre cobras e como lidar com elas.

domingo, 28 de agosto de 2011

Crescimento populacional humano: Anomalia cultural

A "curva J" do histórico populacional humano.
Não deixem de entrar no link acima para ver o tamanho original e ler as legendas (em inglês).

Nascemos e crescemos em um mundo superpovoado. Tendemos a pensar que o mundo continuará assim, o que é natural, pois tendemos a "naturalizar" tudo aquilo que estamos acostumado a ver desde que nascemos. Mas este mundo superpovoado é tão efêmero quanto um sonho, e a idéia que esse sonho pode continuar está embasada em crenças, não em fatos. Diversos autores chegaram a enxergar a situação atual de nossa espécie como um câncer adoecendo o planeta. E estamos adoecendo a nós mesmos também no processo. De forma muito pior do que qualquer câncer seria capaz.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Aroeiras-pimenteiras - Schinus sp.


S. molle - Repare nas folhas finas e caídas.
Fonte: Tropicos.org

 S. lentiscifolius - repare à esquerda no formato incomum das folhas,
compostas e com a raque alada. Fonte: Projeto Flora Digital - UFRGS

S. terebinthifolia
Fonte: Portal "Tudo sobre plantas"
Portal "Wild life of Hawaii" (Ver comentários)

Atendendo a pedidos, um pouco sobre as espécies conhecidas como Aroeiras-Pimenteiras. Possuem usos medicinais diversos (com destaque para a propriedade anti-microbiana e para o apoio no tratamento dos órgãos do sistema reprodutor feminino). Os frutos também possuem famigerado uso culinário. Contudo, vale a pena saber reconhecer corretamente a espécie com a qual irá lidar.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Capuchinha - Trapaeolum majus


Fotos: acervo pessoal. 
Agradecimento ao GeWA - Grupo de estudos Walter Accorsi, 
pelo cultivo tão bem cuidado.

Um delicioso complemento para saladas, seja com suas flores ou suas folhas. E uma planta medicinal de renome, e de grande praticidade (útil como anti-séptica, diurética, e no tratamento de afecções pulmonares ou das vias urinárias). Também usada para proteger outras plantas de herbívoros em hortas.

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Evolução humana: introdução, questões gerais, e linha do tempo.

Para introduzir a temática da evolução humana, terei de fazer uma primeira postagem com alguns nomes, datas, e conceitos introdutórios. Espero ser capaz de aguçar a curiosidade de vocês, mais do que afastá-los com uma aula cansativa.

sábado, 30 de julho de 2011

Sobre folhas e vidas

A floresta respirava calmamente. Perante os olhos do garoto, as folhas, escondidas nas sombras, balançavam em um único vai e vem tranqüilo, e lhe pareciam pequenos serezinhos cochilando, levitando infantilmente sobre o solo. Era noite, e o som dos carros passando na estrada não penetrava na mata, permitindo um ouvir agradável dos vários tons e cantos e zumbidos e farfalhares sutis. Mesmo a viagem de um caminhão dos maiores é ouvida apenas com um ruído suave, como o de uma onda distante quebrando na praia. O córrego que cruza a mata também borbulhava suas notas de lépidos rodamoinhos, somando-se ao coro de músicos invisíveis. O luar e as esparsas luzes urbanas iluminavam o caminho em que o garoto seguia.

sábado, 23 de julho de 2011

Mas e essas Tecnologias?

As tecnologias vão nos salvar? Vão nos arruinar? Ultimamente, os chamados "tecnofóbos" têm se tornado minoria, quase que como uma espécie em extinção. São poucas vozes gritando contra um coro bem coeso. Mas tecnologias não são neutras. Tecnologias causam mudanças e a maior parte destas não depende do modo que empregamos uma tecnologia, mas do fato de que as empregamos. Precisamos prestar atenção para estas mudanças, e saber evitar aquelas que seriam indesejáveis.

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Maria-pretinha - Solanum americanum

Aspecto do ramo e, no detalhe, uma flor e dois frutos maduros, bem pequenos.
Fotos de acervo pessoal.

Arbusto espontâneo, de frutos e folhas comestíveis. Mas atenção, os frutos devem estar maduros (bem pretos e soltando-se facilmente, como na foto) e as folhas cozidas. É um potente vermífugo, além de possuir outros usos medicinais (como analgésica e sedativa). Veja os detalhes no texto.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Mosquitos - Podemos viver em paz com eles?

Fonte: Wikipedia

Lidar com mosquitos é as vezes um desafio. Eles são muitos, incomodam, dão coceiras e deixam feridas. São dificeis de entender, e não raro são vistos até como criação do demônio, por razões óbvias. Para aqueles que, como eu, buscam uma vida nos bosques, são uma ameaça que parece capaz de nos levar a desistir de nossos planos. Mas eu cheguei a uma paz com eles, e acredito que outros podem chegar também. Sem a dependência de repelentes industriais, quero dizer. Para tanto é necessário entender os limites que eles nos impõem, e conhecer as maneiras naturais de se manter menos atrativo à eles.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Sentimento de Pertencimento

De todos os males que passamos a gerar, enquanto sociedade e cultura, existe um que não têm recebido muita atenção. Isto talvez se deva por sua solução ser irreconciliável com nossa atual maneira de ver e viver a vida. Este mal é também, a meu ver, o pior de todos, ainda que muitos possam resolver simplesmente ignorá-lo. Me refiro à perda de um sentimento, o sentimento de pertencimento. O próprio conceito talvez já soe estranho para alguns leitores - e não deixa de ser estranho para mim, que só pude percebê-lo em momentos breves, mas mesmo assim profundamente. Tento aqui trazer meu relato, como o de um pescador que volta para avisar os ribeirinhos que o peixe do mar está acabando...

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Mulungu - Erythrina mulungu

 Árvore inteira, aspecto do tronco (com estrias e espinhos), e detalhe da folha (em três foliolos).
Fotos de acervo pessoal.

Árvore nativa, de uso medicinal bem potente (como calmante muito eficiente).

sábado, 25 de junho de 2011

Junça/Tiririca - Cyperus esculentus e Cyperus rotundus

Cyperus esculentus - fonte Wikipedia
Perceba os tubérculos, bem apetitosos!

 
Cyperus rotundus - fonte Wikipedia
A floração avermelhada distingue esta espécie,
muito semelhante à C. esculentus, no alto,
que possui floração amarelada.

Duas plantas espontâneas, normalmente tidas como daninhas em plantações: Cyperus esculentus é comestível e de altíssimo valor nutritivo, antioxidante, e fortalecedora do sistema imune; a outra, C. rotundus, é medicinal de muitos usos tradicionais (como alivio da febre e inflamações, e no combate à infecções e vermes). Além de tudo isso, elas são indicadoras de baixa qualidade do solo (solos desestruturados e ácidos, onde não é fácil plantar).

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Tanchagem - Plantago sp.

Plantago australis. Fotos de acervo pessoal.

Planta medicinal (eficaz contra infecções nas vias respiratórias superiores, entre muitas outras coisas) e comestível, com folhas ótimas para saladas.

sábado, 11 de junho de 2011

Jenipapo – Genipa americana

Fonte: Wikipedia

Fotos de acervo pessoal mostrando aspectos da folhagem,
dos frutos, e a árvore toda.
 
Árvore muito bonita, com frutos comestíveis e com os quais se obtêm tinturas naturais para pintar o corpo. A madeira é de boa qualidade para diversos usos, principalmente artesanato. Além de tudo isso, há amplo registro de usos medicinais diversos.

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Embaúba – Cecropia sp.

Uma preguiça pendurada em uma frondosa embaúba.
(Fonte: Wikipedia)

Planta medicinal (diurética e no combate à hipertensão) e de importantes relações com a fauna, indicadora de dinâmicas ecológicas.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Sobre animais falantes...

Foi assim de repente, sem aviso, sem explicação. Três notícias bem estranhas. Incomuns, para se dizer o mínimo. Até hoje ninguém, nenhum cientista, nenhum filósofo, nenhum poeta, foi capaz de sequer imaginar como umas coisas estranhas assim puderam acontecer... 

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Hipocondria Institucional


A foto acima foi tirada do meu celular (por isso a baixa qualidade), dentro do restaurante universitário da faculdade onde estudo. No alto, a assinatura do Serviço de Alimentação, que têm feito outros cartazes semelhantes como "Dica do Mês". Neste, se vê duas mãos se comprimentando, e nos balões as falas: "Eu estava no banco, e você?"..."BANHEIRO". Abaixo, no vermelho, o aviso, em letras bem grandes: "Cuidado com apertos de mãos!". E depois, em letras menores: "Lave sempre as mãos, principalmente antes das refeições." Infelizmente, não é uma piada. Almoçamos muitos dias lendo este cartaz. Para mim trata-se de um sintoma de uma doença, que passei a chamar de hipocondria institucional...

terça-feira, 10 de maio de 2011

Caruru - Amaranthus sp.

Fonte: Wikipedia

Planta comestível e medicinal (aumenta a lactação, emoliente, diurética, e combate infecções de pele). Também indica solos férteis (com muita matéria orgânica e relativamente sombreados).

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Escolha e identidade

"Por que não destruir a natureza?" Eis uma pergunta que por vezes os tidos como "ambientalistas" reencontram. Simplesmente, porquê? Alguns por vezes se perdem para respondê-la com argumentos técnicos, mas a verdade é que se trata de uma questão exclusivamente moral. Infelizmente a única resposta que realmente faz juz à arrogância da pergunta é aquela que por vezes temos de usar para acalmar uma criança: "porquê não." Trata-se de uma questão de escolha. E trata-se também de uma questão, no fundo, completamente irreal.

quarta-feira, 20 de abril de 2011

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Questão de Escala

Quão longe vai a referência de cada um sobre o que considera como "história humana"? O que é passado antigo, o que é passado recente? O que é futuro próximo e futuro distante? De quantos anos estamos falando? Cada um vê através de suas referências pessoais. Esta postagem é sobre as minhas referências e opiniões no assunto.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Boas vindas e Apresentação

Olá! Seja bem vindo ao blog "A Vida nos Bosques".

Este blog foi criado por três motivos: primeiramente, poder mostrar e discutir idéias e reflexões que considero importantes e merecedoras de mais atenção por parte da sociedade. Ainda assim, não estou fazendo isso com a pretensão de torná-lo famoso ou muito visitado. Principalmente hoje em que a sobrecarga de informações da internet, sobre todos nós, já está nos impedindo de ler e refletir sobre qualquer coisa - seja esta coisa boa ou não. Me dou por satisfeito se puder ser lido por amigos e familiares, e pessoas que se interessem por estes assuntos. Então não estou fazendo uma divulgação de idéias? Algo panfletário? Não tanto. Se, por exemplo, apenas ajudar meus pais, familiares e amigos, a entender como eu penso, e verem que não sou assim tão maluco, está ótimo. (Mesmo que eles continuem me achando louco...)

A minha "loucura" é uma linha filosófica conhecida como Primitivismo. Digamos, por enquanto, que o conceito é o seguinte: eu acredito que a civilização é um conjunto de crenças e de modos de vida baseados em idéias de acúmulo e expansão. Acredito que este modo de pensar e de existir é completamente nocivo à todos os seres vivos, principalmente aqueles que estão praticando este modo de vida, e que portanto deveria ser abandonado o quanto antes, coisa que entretanto tem se mostrado difícil de realizar por inúmeras razões, mas todas elas meramente ideológicas, baseadas em idéias distorcidas sobre a vida do planeta e a humanidade.

Os outros dois motivos se referem a questões mais práticas. Quero trazer aqui, rotineiramente, alguns conhecimentos tradicionais, principalmente acerca de plantas medicinais, também incluindo plantas espontâneas e selvagens comestíveis, e outras habilidades necessárias para a vida humana de maneira mais integrada à natureza (ou, colocado de outra forma, menos dependente de tecnologias). Abrigo, fogo, rastros, água, proteção, lida com animais - domésticos e selvagens, venenos animais, venenos vegetais, e outras questões similares.

Finalmente, o último motivo se refere a uma "re-educação" ambiental, principalmente preocupada com saúde natural e hábitos saudáveis de vida. Tenho percebido, por exemplo, cada vez mais forte o discurso "higienista" extremo em que as pessoas estão simplesmente aterrorizadas com a mera presença de seres microscópicos em seu mundo, e estão se esforçando por criar crianças, hábitos, e corpos, cada vez mais esterilizados, e portanto, mais fracos e deficientes também. Muitos parecem se esquecer que possuímos, como espécie, um sistema imunológico complexo e competente, porém que necessita de certos estímulos para se tornar eficiente, assim como músculos precisam se movimentar. Estas pessoas, que pensam assim e que propagam estas idéias, precisam ser, no mínimo, respondidas.

Assim, a idéia deste blog é mostrar para as pessoas o belíssimo mundo natural que elas estão abandonando e destruindo, e o belíssimo corpo humano que elas também estão abandonando, e condenando à decadência.

O nome deste blog é uma homenagem a um dos autores que mais me influenciou, Henry David Thoreau, e seu principal livro, "Walden' ou 'A Vida nos Bosques". Hoje em dia, entretanto, discordo de Thoreau em alguns pontos. Eventualmente chegaremos a eles. De todo modo, considero-o um grande pensador, e sua aventura de uma "Vida nos Bosques" uma grande inspiração.