"Dê-me uma selvageria cujo vislumbre nenhuma civilização seja capaz de suportar"

PRIMITIVISMO -- SABERES TRADICIONAIS -- SAÚDE NATURAL -- EVOLUÇÃO HUMANA



quarta-feira, 13 de julho de 2011

Maria-pretinha - Solanum americanum

Aspecto do ramo e, no detalhe, uma flor e dois frutos maduros, bem pequenos.
Fotos de acervo pessoal.

Arbusto espontâneo, de frutos e folhas comestíveis. Mas atenção, os frutos devem estar maduros (bem pretos e soltando-se facilmente, como na foto) e as folhas cozidas. É um potente vermífugo, além de possuir outros usos medicinais (como analgésica e sedativa). Veja os detalhes no texto.

- Nome científico: Solanum americanum Mill.
- Nomes populares: maria-pretinha, maria-preta, caraxixá, araxixu, erva-de-bicho, erva-mocó, erva-moura, guaraquinha, pimenta-de-cachorro, pimenta-de-galinha, pimenta-de-rato.
- Família: Solanaceae
- Região de origem: Américas
- Arbusto ereto, de 40 a 90 cm de altura. bem ramificado, com folhas simples, de 4 a 8 cm de comprimento. Flores são pequenas, chamando atenção pelo visual branco e amarelo. Frutos são pequenas bolinhas de cor preta quando maduros, mas verdes e arroxeados quando ainda imaturos.

A maria-pretinha é mais uma planta que passou de um bom status como alimento e remédio para a denominação chula de erva-daninha. Os frutos maduros são deliciosos, e podem ser conservados em forma de geléia. As folhas podem ser comidas se devidademente escaldadas.

Mas deve-se tomar cuidado com esta planta. Os frutos imaturos e as folhas cruas são tóxicos, possuindo um efeito pouco usual (e não facilmente percebível), pois atuam no sistema nervoso central, causando sintomas de depressão. Mas não é motivo de alarme, os frutos que estão completamente escuros são seguros de se comer, e eu mesmo quando passo perto de uma destas, não deixo de procurar alguns frutos maduros para mordiscar. Se você tiver a sorte de ter uma nascendo no seu quintal, a trate bem, que ela vai te dar boas geléias.

Esta planta também possui usos medicinais diversos, indo desde analgésica e sedativa (o que é de certo modo esperado pelo seu unusual efeito tóxico), passando por uma grande eficiência contra verminoses, até alguns usos externos, tratando feridas, úlceras, queimaduras, abcessos e furúnculos. Estes usos são registrados pela sabedoria popular, e a ciência moderna, até onde sei, ainda não os averiguou. De todo modo, usando da cautela, é possível usar esta planta com satisfação.

Referência:

Plantas Medicinais no Brasil – Nativas e Exóticas”, Harri Lorenzi e F. J. Abreu Matos. 2ª Edição, Nova Odessa, SP: Instituto Plantarum, 2008.

AVISOS GERAIS: Sempre que utilizar plantas comestíveis ou medicinais, certifique-se de colher a planta correta, e que a planta esteja saudável e tenha crescido em bom solo. Ou seja: evite plantas próximas a esgotos, lixo, sujeira, etc. Evite plantas com sinais de muitos ataques por insetos ou fungos. Não recomendo o uso de produtos agroquímicos sobre qualquer planta, sejam plantações ou populações selvagens, para qualquer finalidade. Para plantas medicinais comerciais, o uso de agrotóxicos é proibido. Leia atentamente as dicas, recomendações, e receitas. No mundo biológico todo detalhe é importante. Se tiver dificuldade para identificar uma espécie, entre em contato comigo ou algum especialista que conheça (eu não sou capaz de reconhecer qualquer coisa, claro, mas posso indicar alguém que talvez possa resolver seu problema).

39 comentários:

  1. Queria saber sobre a Aroeira Pimentirea (Schinus Terebinthifolia)

    Abraço!

    Ótimo Blog

    0bala

    ResponderExcluir
  2. Ok, anotado. É uma planta muito interessante mesmo, dará uma boa postagem. Obrigado!

    ResponderExcluir
  3. tem um pesinho desta planta no meu quintal, tá cheio, já maduros e outros verdes. Não me arrisco nem a provar, pois nasceu de uma dia por outro sem que agente percebesse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Essa planta nasce assim mesmo de um dia pri

      Excluir
    3. Bom dia.
      Essa plantinha, como outras, são levadas (as sementes) pelos pássaros.
      Tenho vários pés aqui em casa.
      Se multiplicam muito rapidamente.
      Bjs.

      Excluir
  4. muito boa a postagem...eu comia muito essa frutinha quando pequeno,aqui mesmo em são paulo mas agora não consigo encontrar ,tem hora que me lembro que chego até a sentir o gosto na boca , é deliciosa

    ResponderExcluir
  5. Conheço esta planta desde criança.É dificil passar perto e nao pegar algumas para comer. Uma delicia.Nasceu um pé no meu quintal,vou cuidar dele com muito carinho.

    ResponderExcluir
  6. Cana.. tem um pé gigante de maria-pretinha no meu quintal.. tava procurando na net sobre e achei seu blog! husus que legal! abraço!

    Michel (Kodorna)

    ResponderExcluir
  7. Olha só! Que bacana! Aproveite para ler o resto! :)

    ResponderExcluir
  8. Olaa ... queria saber onde posso encontrar a maria pretinha, estou precisando urgentemente pra um trabalho de TCC ! Quem puder ajudar, agradeço (:

    ResponderExcluir
  9. minha mãe mora no sitio e la é cheio dessa planta.

    ResponderExcluir
  10. Olá, amigos, tenho Maria_Pretinha que nasceu sozinha em um vaso de plantas que estava em pleno sol forte mas sem plantas, mas gostaria de saber como posso fazer mudas eu mesmo, seria por sementes ou estacas, como prepara a semente passo a passo e dicas de adubação. Conto com a ajuda de vocês amigos, um grande abração e fica com DEUS..

    email: adm.ufms@hotmail.com

    Hélio

    ResponderExcluir
  11. Olá Hélio,
    desculpe a demora em responder, estava viajando.
    Nunca produzi mudas de maria pretinha, mas é uma planta de germinação fácil que nasce em todo tipo de solo, muito resistente, então basta usar as sementes. Estacas não penso que funcionarão, mas se resolver tentar, comunique aqui o resultado depois!
    Para as sementes germinarem bem, umas dicas são: não armazená-las por muito tempo; quando separá-las dos frutos, lavá-las bem; e escolher um local de plantio com grande variação térmica, que ajuda a quebrar a dormência da semente.
    http://seer.sct.embrapa.br/index.php/pab/article/view/4780

    Ou você também pode deixar os pássaros fazerem a agricultura para você, rsrs.

    Espero ter ajudado.

    Abraço,
    Felipe

    ResponderExcluir
  12. Nasceu uma no meu vasinho de planta do nada também. Estou esperando os frutos ficarem maduros para eu experimentar. Se eu tiver um treco, vou mandar prender o autor do post, rs ;)

    ResponderExcluir
  13. Olá Natália.
    Pode comer sim! Só lembre de esperar ficarem bem maduras. Se tiver um treco, mande a polícia, hehehe, mas se estiverem docinhas (como devem estar) me manda uma geléia, que tal? ;)

    ResponderExcluir
  14. pois é, canalhas com ares de deboche. tenho vários pés de maria pretinha aki no meu quintal e todos os dias faço uso delas. esqueceram de mencionar o potencial de ferro que essa maravilha possui.

    ResponderExcluir
  15. Minha filha semeou como losna e naceu se não me engano é pé de Maria Pretinha ,achei este blog estou enviando a foto a ela para comparar .Quando criança comi muito ao brincar no meio do mato era uma farra ho tempos bons !

    ResponderExcluir
  16. Frutinha de um sabor irresistível: se comer uma vez...

    ResponderExcluir
  17. Desde criança eu conheço e amo essa frutinha,os passarinhos adoram,e eles é quem semeam e a frutinha maria preta nasce em qualquer lugar é uma delicia!!!

    ResponderExcluir
  18. Comam sem medo! Fui criada comendo plantas das mais diversas, minha avó fazia geleia de maria-preta, e as folhas eram refogadas com capiçova e beldruega, uma delícia! Conheço uma pessoa que ficou sem os sintomas da doença de chagas após fazer uso do chá das raízes dessa planta, a doença não tem cura, mas o coração dele está ótimo! Qualquer dúvida, procurem o grupo "entre folhas" da UFV (Universidade Federal de Viçosa, MG), eles têm várias receitas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que boa notícia Jacqueline! Vou pesquisar sim, meu avô era caboclo, fazia remédios de ervas que aprendera com seu pai. Pena que suas receitas não foram guardadas, ele tratava até Hepatite e Cirrose... VAleria a pena estudar hoje seus remédios. Valeu!

      Excluir
  19. gostei muito essa frutinha e uma delia uuuu

    ResponderExcluir
  20. Pessoal, essa sementinha serve para pano branco e micose. Minha mãe esfregava em nossa pele, pelo menos três vezes e tudo desaparecia. Hoje sou avó, nunca deixei faltar em meu quintal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu quero saber como planta essa planta por favor

      Excluir
  21. Comi muito desta frutinha na minha infancia, e deliciosa. Bom saber que tem todos estes beneficios. Poderiam preservar esta memoria de medicina cabocla, e as receitas dos antigos usos das ervas e plantas silvestres. Europeus tomam posse de receitas feitas com nossas ervas, principalmente os alemaes. E lamentavel ver toda esta riqueza de conhecimentos , que poderiam ser uteis , sendo desprezados por nosso povo.

    ResponderExcluir
  22. pô, sempre gostei de maria-pretinha e intuía que tinha algo afrodisíaco...Lendo na Wikipedia soube que o efeito é contrário...Pô, qual será o certo???!!! - Vou ficar pensando que é afrodisíaca, pois funciona, pelo menos no meu psicologico...hahaha

    ResponderExcluir
  23. Olha, eu nunca tinha ouvido sobre ela ser afrodisíaca. Talvez pela semelhança com uvas?
    O efeito é contrário, certamente, mas com os frutos imaturos e as folhas não cozidas (creio que estamos falando de efeito depressivo do sistema nervoso). Mas os frutos bem maduros e folhas cozidas não deve ter problema.

    No mais, um fator importante: a ciência ainda nunca constatou qualquer poder afrodisíaco em qualquer substância, não que eu tenha notícia. Tudo que ouvimos sobre alguma coisa ser afrodisíaca é conhecimento popular, que pode estar bem correto, mas que não pode ser comprovado cientificamente. Acredito que isso se dá principalmente pela dificuldade de se avaliar este efeito em condições experimentais.

    ResponderExcluir
  24. Gostaria de receber em meu email: ejuniorpontess@yahoo.com.br uma orientação sobre o arbusto Maria Preta. Ela não parece muito com esta foto que vocês apresentam aqui neste trabalho. Atenciosamente, Eriberto Junior - Ubajara - Ceará (aluno de mestrado).

    ResponderExcluir
  25. Companheiro, desculpe mas eu não faço pesquisa por encomenda pessoal.
    Mesmo que fizesse, não poderia te ajudar assim, sem um nome científico ou foto, apenas uma vaga menção do que a planta "não é".
    De todo modo tenho certeza que você, como aluno de mestrado, deveria ter acesso à informações mais confiáveis do que as de um blog para fazer seu trabalho. Pode começar, por exemplo, pelos livros que eu mesmo uso de referência, que não são difíceis de se obter e com os quais você deveria já ter familiaridade (as coletâneas do Lorenzi são ótimas, mas um mestrado certamente exige, ou deveria exigir, que você focasse também em artigos acadêmicos e principalmente que obtenha seus próprios dados).

    ResponderExcluir
  26. Nasceu uma dessas no vasinho aqui de casa, acho que foi de um passarinho. Sempre que tem uma bolinha preta no chão da varanda eu lavo e como. A lingua fica roxa. É gostosinha pra comer com sorvetes, por exemplo, vou fazer a geleia pra saber.

    ResponderExcluir
  27. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  28. Isto me leva a me lembrar de uma infância livre, irriquieta e de muita alegria. Quando digo isto, refiro-me quando nos embrenhávamos pelos campos e matas e pelos quintais dos vizinhos, em especial pela chácara do seu Carnoto, chalé do prof. Fróis, pasto da Marieta, Bicas do Caminho do Cemitério, Chácara do seu Landim, Chácara do Zé Vior e do seu João Noleiro, Córrego das Alveds, Aricanga e Perpétuos.Entre tantas novidades de frutos, um deles era a Maria-pretinha, não se falando do maracujá-mirim, do ingá, do jatobá e das laranjas mata guaxo e meririca enredeira. Hoje, fico matutando: tudo aquilo perdeu a gostosua da vida, o sabor de infância, um sabor que me ajudou a sobreviver.
    Gabriel Araújo dos Santos - mineiro das Gerais, residente em CAMPINAS SP

    ResponderExcluir
  29. To com uma dessa aqui e não sabia o que era, descobri graças a este blog, parabéns!
    Dúvida: o fruto, já maduro, pretinho, eu como só o "recheio", tipo igual jabuticaba, ou como com casca e tudo, até pq ela é bem pequenina.

    ResponderExcluir
  30. Anônimo, pode comer o fruto inteiro mesmo - se estiver bem maduro. Até porquê é tão pequen que não dá pra nem pensar em separar a casca (se a fruta que você tem ai é grande o suficiente que você consegue separar a casca, cuidado, talvez seja outra planta).

    Aliás, jabuticaba eu também como com casca e tudo. Sei que o pessoal prefere chupar e jogar a casca fora, mas eu gosto de comer inteira também.

    ResponderExcluir
  31. Alguém tem receita de como fazer geléia de maria preta? Agradeço.

    ResponderExcluir
  32. Faço geleia de blackmary todos os dias.
    250 g de blackmary bem pretinhas
    Suco de uma laranja
    Duas colheres sopa de mel
    Uma colher sopa de açúcar
    Cozinhar 20 min fogo alto
    Receita do Victor Curitiba

    ResponderExcluir
  33. Eu sou de Alagoas e queria plantar aquino meu quintal. \alguém sabe como plantá la ? comprei sementes dessa planta e não veio como plantar , plantei em terra normal na superfície e não nasceu.

    ResponderExcluir
  34. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir