"Dê-me uma selvageria cujo vislumbre nenhuma civilização seja capaz de suportar"

PRIMITIVISMO -- SABERES TRADICIONAIS -- SAÚDE NATURAL -- EVOLUÇÃO HUMANA



quarta-feira, 20 de abril de 2011

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Questão de Escala

Quão longe vai a referência de cada um sobre o que considera como "história humana"? O que é passado antigo, o que é passado recente? O que é futuro próximo e futuro distante? De quantos anos estamos falando? Cada um vê através de suas referências pessoais. Esta postagem é sobre as minhas referências e opiniões no assunto.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Boas vindas e Apresentação

Olá! Seja bem vindo ao blog "A Vida nos Bosques".

Este blog foi criado por três motivos: primeiramente, poder mostrar e discutir idéias e reflexões que considero importantes e merecedoras de mais atenção por parte da sociedade. Ainda assim, não estou fazendo isso com a pretensão de torná-lo famoso ou muito visitado. Principalmente hoje em que a sobrecarga de informações da internet, sobre todos nós, já está nos impedindo de ler e refletir sobre qualquer coisa - seja esta coisa boa ou não. Me dou por satisfeito se puder ser lido por amigos e familiares, e pessoas que se interessem por estes assuntos. Então não estou fazendo uma divulgação de idéias? Algo panfletário? Não tanto. Se, por exemplo, apenas ajudar meus pais, familiares e amigos, a entender como eu penso, e verem que não sou assim tão maluco, está ótimo. (Mesmo que eles continuem me achando louco...)

A minha "loucura" é uma linha filosófica conhecida como Primitivismo. Digamos, por enquanto, que o conceito é o seguinte: eu acredito que a civilização é um conjunto de crenças e de modos de vida baseados em idéias de acúmulo e expansão. Acredito que este modo de pensar e de existir é completamente nocivo à todos os seres vivos, principalmente aqueles que estão praticando este modo de vida, e que portanto deveria ser abandonado o quanto antes, coisa que entretanto tem se mostrado difícil de realizar por inúmeras razões, mas todas elas meramente ideológicas, baseadas em idéias distorcidas sobre a vida do planeta e a humanidade.

Os outros dois motivos se referem a questões mais práticas. Quero trazer aqui, rotineiramente, alguns conhecimentos tradicionais, principalmente acerca de plantas medicinais, também incluindo plantas espontâneas e selvagens comestíveis, e outras habilidades necessárias para a vida humana de maneira mais integrada à natureza (ou, colocado de outra forma, menos dependente de tecnologias). Abrigo, fogo, rastros, água, proteção, lida com animais - domésticos e selvagens, venenos animais, venenos vegetais, e outras questões similares.

Finalmente, o último motivo se refere a uma "re-educação" ambiental, principalmente preocupada com saúde natural e hábitos saudáveis de vida. Tenho percebido, por exemplo, cada vez mais forte o discurso "higienista" extremo em que as pessoas estão simplesmente aterrorizadas com a mera presença de seres microscópicos em seu mundo, e estão se esforçando por criar crianças, hábitos, e corpos, cada vez mais esterilizados, e portanto, mais fracos e deficientes também. Muitos parecem se esquecer que possuímos, como espécie, um sistema imunológico complexo e competente, porém que necessita de certos estímulos para se tornar eficiente, assim como músculos precisam se movimentar. Estas pessoas, que pensam assim e que propagam estas idéias, precisam ser, no mínimo, respondidas.

Assim, a idéia deste blog é mostrar para as pessoas o belíssimo mundo natural que elas estão abandonando e destruindo, e o belíssimo corpo humano que elas também estão abandonando, e condenando à decadência.

O nome deste blog é uma homenagem a um dos autores que mais me influenciou, Henry David Thoreau, e seu principal livro, "Walden' ou 'A Vida nos Bosques". Hoje em dia, entretanto, discordo de Thoreau em alguns pontos. Eventualmente chegaremos a eles. De todo modo, considero-o um grande pensador, e sua aventura de uma "Vida nos Bosques" uma grande inspiração.